Sábado, 5 de Setembro de 2009

Porquê?

 

“Na verdade, mais importante do que os programas é a sua aplicação e transparência: a possibilidade de acompanharmos o que é decidido, porquê, por que valores e com que finalidade. Ora isso em Portugal nunca acontece.
A avaliação dos professores é exemplar. Todos os partidos dizem coisas que, na verade, não querem dizer coisa nenhuma. O PS fala em "consolidar", o PSD em "suspender" o sistema. O que os dois dizem é óbvio e previsível. Mas eu gostava de saber era porque é que se escolhe o modelo A e não o modelo B de avaliação, com base em que experiência, quem monitoriza a sua aplicação, com que regras e consequências. Duvido sinceramente que isso vá acontecer.” (…)
Ricardo Costa, www.expresso.pt
 
Valores? Finalidades? No caso da avaliação dos professores, não há valores… apenas finalidades! Bem se viu, pela fantástica quebra nas despesas com vencimentos no Ministério da Educação.
 
Não houve experiência de modelo algum. Muito provavelmente, não interessaria experimentar.
 
A monitorização é fácil: está tudo a correr com tranquilidade.
 
Regras e consequências? Pois sim! As regras ditaram que grande parte dos professores com mais de 18 anos de docência pudessem ser promovidos por critérios puramente administrativos, tendo, como consequência, que não lhes fosse reconhecida qualquer autoridade para coordenarem e avaliarem.
 
Também duvido que alguma coisa seja bem feita.
publicado por pedro-na-escola às 22:30
link do post | comentar | favorito

~posts recentes

~ E a Terra é plana…

~ A propósito dos melhores…

~ A propósito de oportunida...

~ A propósito das paranóias...

~ Especialistas em educação

~ O que vai ficar por fazer

~ Nuno Crato e a definição ...

~ Mega-Agrupamentos 4 - a p...

~ Mega-Agrupamentos 3

~ Mega-Agrupamentos 2

~ Mega-Agrupamentos

~ O segredo do sucesso nas ...

~ A anedota da vaca

~ Por falar em reduzir as d...

~ Agressividade de autores ...

~ Brincando às competências...

~ Pois, realmente, não foi ...

~ Contas ao número de aluno...

~ Reforço da autoridade dos...

~ Incompetência ao rubro...

~links

~arquivos

~ Julho 2011

~ Junho 2011

~ Maio 2010

~ Abril 2010

~ Março 2010

~ Novembro 2009

~ Outubro 2009

~ Setembro 2009

~ Agosto 2009

~ Julho 2009

~ Junho 2009

~ Maio 2009

~ Abril 2009

~ Fevereiro 2009

~ Janeiro 2009

~ Dezembro 2008

~ Novembro 2008

~ Outubro 2008

~ Abril 2008

~ Março 2008

~ Fevereiro 2008

~ Janeiro 2008

~chafurdar no blog

 
RSS