Segunda-feira, 9 de Fevereiro de 2009

Tomai e usai à vontade

Pais, professores e jovens educados para Internet

Investigadores alertam para a necessária alfabetização digital da sociedade portuguesa

 
O Estado deve promover uma verdadeira alfabetização digital, uma educação para a cidadania, que prepare pais, educadores e jovens para uma utilização esclarecida e responsável das novas tecnologias, preconizam investigadores da Faculdade de Psicologia de Coimbra.
 
João Amado, Teresa Pessoa e Armanda Matos, que se têm dedicado a estudar os impactos das novas tecnologias na educação, afirmam à Lusa ser urgente um diagnóstico à situação em Portugal, para avaliar quem tem uma boa literacia nestas áreas.
 
«Os perigos são muitos. Os professores também estão pouco sensibilizados para os perigos que estes meios de comunicação trazem» e o «que se tem verificado é o aumento de problemas», quer por meio da Internet quer com telemóveis, afirma João Amado, que tem estudado igualmente a violência nas escolas.
 
Internet, um espaço de navegação sem mapa nem bússola
 
«Preocupamo-nos muito com a utilização e a valorização académica da sociedade portuguesa, mas é preciso fazer esta alfabetização digital neste momento», salienta Teresa Pessoa, realçando que um dos problemas tem a ver com a necessidade que os adolescentes e jovens sentem de fazer amigos e a alternativa fácil que encontram no espaço virtual sem imaginar os perigos que correm.
 
Teresa Pessoa diz que uma forma de começar a educação para a cidadania é os pais e professores disponibilizarem-se a aprender com os mais novos sobre a utilização das ferramentas tecnológicas, envolvendo-se assim com eles para «perceber em que mundo é que estão».
 
Investe-se muito no ensino da utilização das tecnologias na vida diária mas «tem-se negligenciado a parte da formação para as saber utilizar com responsabilidade e é aí que se tem de investir bastante. É fundamental para os pais, professores e as crianças», sustenta Armanda Matos.
 
Medidas europeias não chegam a Portugal
 
João Amado por seu turno, admite que o rumo da sociedade tem vindo a criar dificuldades aos educadores, pois, mesmo com essas tecnologias cada vez mais disponíveis, «as famílias fazem cada vez menos aquilo que deviam, que é dialogar com os filhos e supervisionar a sua vida».
 
Por seu turno, o presidente da Associação Portuguesa de Direito do Consumo (APDC), Mário Frota, entende que tem havido das autoridades portuguesas uma desresponsabilização do papel que lhes compete, remetendo a tarefa para os pais.
 
«Há medidas ao nível europeu que parece que não chegam cá», afirma, recordando que em 1999 a União Europeia já havia adoptado um plano de acção intitulado «Para uma Internet mais segura», por constatar a necessidade de ensinar crianças, pais, professores e formadores, a utilizarem de forma mais eficaz os serviços audiovisuais e de informação on-line.
 
in http://diario.iol.pt
 
 
Dez anos depois de a União Europeia ter dado o alerta, Sócrates resolve as coisas à sua maneira: computadores para todas as crianças e jovens, para que possam navegar na Internet à vontade, sem controlo, sem regras, sem bússola, e sem rumo.
tags:
publicado por pedro-na-escola às 00:04
link do post | comentar | favorito

~posts recentes

~ E a Terra é plana…

~ A propósito dos melhores…

~ A propósito de oportunida...

~ A propósito das paranóias...

~ Especialistas em educação

~ O que vai ficar por fazer

~ Nuno Crato e a definição ...

~ Mega-Agrupamentos 4 - a p...

~ Mega-Agrupamentos 3

~ Mega-Agrupamentos 2

~ Mega-Agrupamentos

~ O segredo do sucesso nas ...

~ A anedota da vaca

~ Por falar em reduzir as d...

~ Agressividade de autores ...

~ Brincando às competências...

~ Pois, realmente, não foi ...

~ Contas ao número de aluno...

~ Reforço da autoridade dos...

~ Incompetência ao rubro...

~links

~arquivos

~ Julho 2011

~ Junho 2011

~ Maio 2010

~ Abril 2010

~ Março 2010

~ Novembro 2009

~ Outubro 2009

~ Setembro 2009

~ Agosto 2009

~ Julho 2009

~ Junho 2009

~ Maio 2009

~ Abril 2009

~ Fevereiro 2009

~ Janeiro 2009

~ Dezembro 2008

~ Novembro 2008

~ Outubro 2008

~ Abril 2008

~ Março 2008

~ Fevereiro 2008

~ Janeiro 2008

~chafurdar no blog

 
RSS