Quarta-feira, 19 de Novembro de 2008

Traduções e Analogias

Penso que o maior motivo para ainda haver, entre o povo, gente a aplaudir a Ministra da Educação, é o desconhecimento de causa. O povo não percebe, mas prontifica-se a malhar nos professores.
 
Por tal, urge traduzir a realidade das medidas educativas para que o povo entenda o que se está a passar. A melhor tradução, quando se trata de adultos intelectualmente limitados, é a analogia com situações que fiquem dentro das suas esferas de compreensão e realidade.
 
Ocorrem-me, para já, umas quantas, algumas que já descrevi em posts anteriores:
 
1. Avaliação – as quotas
Na minha turma do 9º ano, só posso dar um 5 e dois 4. Vou ter que manipular as notas, para enquadrar os resultados nas quotas disponíveis. Se tiver dois alunos que mereçam 5, um deles só terá 4. E se tiver três alunos que mereçam 4, um deles ficará com 3. Justiça com fartura.
 
2. Avaliação – os avaliadores
A ASAE vai nomear quatro restaurantes, por cada cidade, para passarem a avaliar os restantes restaurantes. Critério de escolha: os que estão há mais tempo em funcionamento. São bons ou maus restaurantes? Não interessa. Apresentam condições de higiene e segurança? Não interessa. Prestam um serviço de qualidade? Não interessa. Vão ter formação para avaliarem os outros restaurantes? Sim, mas da treta, só para “inglês ver”, até porque os formadores nunca experimentaram avaliar restaurantes, nem tão pouco a própria ASAE. Isto dá cá um descanso
 
3. Estatuto do Aluno – o despacho de alteração à lei
O ministério faz publicar uma lei, em Janeiro, na qual se diz explicitamente que as escolas devem pintar as suas paredes exteriores, e como o devem fazer: independentemente do ponto cardeal para onde estiverem viradas, todas as paredes devem ser pintadas de azul-bebé. Em Novembro do mesmo ano, o mesmo ministério faz publicar um despacho onde se especifica que, afinal, as paredes viradas a sul devem ser pintadas de azul-bebé às riscas amarelas. Mais, acompanha a divulgação do despacho com a acusação de que as escolas não interpretaram correctamente a lei anterior, e que o presente se destina, portanto, a clarificar algo que estava na lei e que as escolas não perceberam. Amanhã de manhã, depois do banho, vou clarificar as cuecas e restante roupa e abalar para a escola
 
4. Avaliação – os objectivos e os resultados escolares
O Samuel Fagundes é instrutor de uma escola de condução, que também realiza autonomamente exames de condução aos seus alunos, com poderes para atribuir a carta de condução. Vai ser avaliado, sendo que um dos parâmetros de avaliação terá que ver com o número de alunos instruídos e aprovados pelo próprio. Não querendo desfazer no brio profissional do Samuel, não consigo deixar de imaginar quão facilitados podem ser os seus exames de condução, a bem da sua própria avaliação
 
5. Avaliação – os objectivos e o abandono escolar
Gervásio Ezequiel é um domador de gatos, que vai ser avaliado pela sua capacidade de reter o máximo número de gatos num círculo de um metro de raio centrado nos seus pés. Para o desafio ser maior, a poucos metros de Gervásio circulam gatas com o cio, sardinhas, ratos, carapaus e latas de Whiskas abertas e bem cheirosas. Para cúmulo, Gervásio não poderá usar qualquer meio físico de retenção: apenas o charme e o verbo. Não é por nada, mas com tantas tentações, não lhe vejo grandes perspectivas de sucesso
publicado por pedro-na-escola às 00:46
link do post | comentar | favorito

~posts recentes

~ E a Terra é plana…

~ A propósito dos melhores…

~ A propósito de oportunida...

~ A propósito das paranóias...

~ Especialistas em educação

~ O que vai ficar por fazer

~ Nuno Crato e a definição ...

~ Mega-Agrupamentos 4 - a p...

~ Mega-Agrupamentos 3

~ Mega-Agrupamentos 2

~ Mega-Agrupamentos

~ O segredo do sucesso nas ...

~ A anedota da vaca

~ Por falar em reduzir as d...

~ Agressividade de autores ...

~ Brincando às competências...

~ Pois, realmente, não foi ...

~ Contas ao número de aluno...

~ Reforço da autoridade dos...

~ Incompetência ao rubro...

~links

~arquivos

~ Julho 2011

~ Junho 2011

~ Maio 2010

~ Abril 2010

~ Março 2010

~ Novembro 2009

~ Outubro 2009

~ Setembro 2009

~ Agosto 2009

~ Julho 2009

~ Junho 2009

~ Maio 2009

~ Abril 2009

~ Fevereiro 2009

~ Janeiro 2009

~ Dezembro 2008

~ Novembro 2008

~ Outubro 2008

~ Abril 2008

~ Março 2008

~ Fevereiro 2008

~ Janeiro 2008

~chafurdar no blog

 
RSS