Quinta-feira, 13 de Novembro de 2008

Reclamações em Coimbra

Exmo. Senhor Primeiro-Ministro

Exma. Senhora Ministra da Educação
Exmo. Senhor Presidente da Assembleia da República
Com conhecimento ao Exmo. Senhor Presidente da República
Com conhecimento aos Exmos. Membros do Conselho Científico para a Avaliação Docente
Com conhecimento aos Grupos Parlamentares da Assembleia da República
 
 
A avaliação é uma prática indispensável para a valorização do trabalho docente.
Sem pôr em causa o princípio de que a avaliação é uma prática indispensável para a valorização do trabalho docente, tornou-se já por de mais evidente que a aplicação do novo sistema de avaliação de desempenho do pessoal docente, introduzida pelo Decreto Regulamentar nº 2/2008, de 10 de Janeiro, tem vindo a contribuir para a degradação das boas práticas conducentes à reconhecida qualidade de ensino que a Escola Pública vem alcançando com o contributo e o esforço do s seus professores.
 Assim, as escolas têm-se confrontado com dúvidas e dificuldades que apontam para a impossibilidade de aplicar o sistema tal como está concebido, pelo que, em vez de constatarmos “a emergência de uma atitude de envolvimento e empenhamento” por parte dos docentes, como prevê o Conselho Científico para a avaliação dos professores, verificamos que existe nas nossas escolas um preocupante clima de cansaço, ansiedade, indignação e contestação dos professores e educadores, que está já a prejudicar seriamente o processo de ensino-aprendizagem.  
Deste modo, vimos declarar o nosso profundo desacordo perante este modelo de avaliação, pelas razões que a seguir se enunciam:
1.      A complexidade do modelo faz com que o processo da sua operacionalização esteja sempre inacabado, independentemente do tempo que se lhe possa dedicar.
2.      Não é possível estabelecer procedimentos credíveis de observação que permitam medir a multiplicidade de itens de avaliação constantes nas diferentes fichas de avaliação, não só pelo seu grande número, como, sobretudo, pela sua própria natureza. Estes itens são, na sua grande maioria, eminentemente não objectiváveis. Parece ser uma missão impossível assegurar a precisão, credibilidade e fiabilidade do juízo avaliativo decorrente dos dados recolhidos, contrariando assim os critérios estabelecidos na Recomendação n.º 1/2008 do Conselho Científico para a Avaliação dos Professores (p. 2).
3.      O trabalho que a aplicação deste modelo pressupõe, quer para avaliadores quer para avaliados, descentra o professor do desenvolvimento do ensino-aprendizagem. Assim, a própria aplicação da avaliação de desempenho docente contradiz uma das suas metas principais, a saber, a melhoria da qualidade das aprendizagens dos alunos (ponto 2, artigo 40.º do Decreto-lei 15/2007 de 19 de Janeiro).
4.      A concretização deste modelo põe em perigo o clima de confiança e colaboração entre os diversos professores, com danos irreparáveis no trabalho de cooperação que tem vindo a ser desenvolvido na Escola.
 
Por tudo quanto foi dito, os subscritores, presidentes dos Conselhos Executivos de 55 Agrupamentos de Escolas e Escolas não Agrupadas do Distrito de Coimbra, em reunião realizada no dia 13 de Novembro de 2008, decidiram, por unanimidade, reclamar a suspensão deste modelo de avaliação e reclamar a necessidade de uma ponderação democrática que conduza a um modelo que esteja isento das limitações, arbitrariedades e injustiças que caracterizam o modelo em vigor, devendo antecipar-se em alguns meses a negociação com os parceiros sociais.
 
 
Concelho
Unidade de Gestão
Cantanhede
Escola Secundária de Cantanhede
Cantanhede
Agrupamento de Escolas de Cantanhede
Cantanhede
Agrupamento de Escolas de Finisterra - Febres
Cantanhede
Agrupamento de Escolas de Gândara-Mar - Tocha
Coimbra
Escola Secundária da Quinta das Flores
Coimbra
Escola Secundária de Avelar Brotero
Coimbra
Escola Secundária de D. Dinis
Coimbra
Escola Secundária de D. Duarte
Coimbra
Escola Secundária de Jaime Cortesão
Coimbra
Escola Secundária Infanta D. Maria
Coimbra
Agrupamento de Escolas da Pedrulha
Coimbra
Agrupamento de Escolas de Alice Gouveia
Coimbra
Agrupamento de Escolas de Ceira
Coimbra
Agrupamento de Escolas de Eugénio de Castro
Coimbra
Agrupamento de Escolas de Inês de Castro
Coimbra
Agrupamento de Escolas de Martim de Freitas
Coimbra
Agrupamento de Escolas de São Silvestre
Coimbra
Agrupamento de Escolas de Silva Gaio
Coimbra
Agrupamento de Escolas de Taveiro
Condeixa-a-Nova
Escola Secundária Fernando Namora
Condeixa-a-Nova
Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova
Figueira da Foz
Escola Secundária de Cristina Torres
Figueira da Foz
Escola Secundária do Dr. Joaquim de Carvalho
Figueira da Foz
Agrupamento de Escolas da Zona Urbana Figueira da Foz
Figueira da Foz
Agrupamento de Escolas de Alhadas
Figueira da Foz
Agrupamento de Escolas de Buarcos
Figueira da Foz
Agrupamento de Escolas de Paião
Mira
Escola Secundária Drª Maria Cândida - Mira
Montemor-o-Velho
Escola Secundária de Montemor-o-Velho
Montemor-o-Velho
Agrupamento de Escolas de Arazede
Montemor-o-Velho
Agrupamento de Escolas de Carapinheira
Montemor-o-Velho
Agrupamento de Escolas de Montemor-o-Velho
Penela
Agrupamento de Escolas Infante D. Pedro
Soure
Agrupamento de Escolas de Soure
Arganil
Escola Secundária de Arganil
Arganil
Agrupamento de Escolas de Arganil
Arganil
Agrupamento de Escolas de Coja
Góis
Agrupamento de Escolas de Góis
Lousã
Escola Secundária da Lousã
Lousã
Agrupamento de Escolas de Álvaro Viana de Lemos
Lousã
Agrupamento de Escolas da Lousã
Miranda do Corvo
Agrupamento de Escolas de Miranda do Corvo
Miranda do Corvo
Agrupamento de Escolas Ferrer Correia
Oliveira do Hospital
Escola Secundária de Oliveira do Hospital
Oliveira do Hospital
Agrupamento de Escolas de Brás Garcia Mascarenhas
Oliveira do Hospital
Agrupamento de Escolas de Cordinha
Oliveira do Hospital
Agrupamento de Escolas do Vale do Alva
Pampilhosa da Serra
Agrupamento de Escolas de Escalada - Pampilhosa da Serra
Penacova
Agrupamento de Escolas de António José de Almeida
Penacova
Agrupamento de Escolas de S. Pedro de Alva
Tábua
Escola Secundária de Tábua
Tábua
Agrupamento de Escolas de Midões
Tábua
Agrupamento de Escolas de Tábua
Vila Nova de Poiares
Agrupamento de Escolas de Vila Nova de Poiares
 
publicado por pedro-na-escola às 22:23
link do post | comentar | favorito

~posts recentes

~ E a Terra é plana…

~ A propósito dos melhores…

~ A propósito de oportunida...

~ A propósito das paranóias...

~ Especialistas em educação

~ O que vai ficar por fazer

~ Nuno Crato e a definição ...

~ Mega-Agrupamentos 4 - a p...

~ Mega-Agrupamentos 3

~ Mega-Agrupamentos 2

~ Mega-Agrupamentos

~ O segredo do sucesso nas ...

~ A anedota da vaca

~ Por falar em reduzir as d...

~ Agressividade de autores ...

~ Brincando às competências...

~ Pois, realmente, não foi ...

~ Contas ao número de aluno...

~ Reforço da autoridade dos...

~ Incompetência ao rubro...

~links

~arquivos

~ Julho 2011

~ Junho 2011

~ Maio 2010

~ Abril 2010

~ Março 2010

~ Novembro 2009

~ Outubro 2009

~ Setembro 2009

~ Agosto 2009

~ Julho 2009

~ Junho 2009

~ Maio 2009

~ Abril 2009

~ Fevereiro 2009

~ Janeiro 2009

~ Dezembro 2008

~ Novembro 2008

~ Outubro 2008

~ Abril 2008

~ Março 2008

~ Fevereiro 2008

~ Janeiro 2008

~chafurdar no blog

 
RSS