Terça-feira, 11 de Março de 2008

Eles não gostam dos professores 5

Comentários no Público sobre a Marcha da Indignação
(eu gosto mesmo de ler estas coisas… a sério… ler com atenção e tirar conclusões…)
 
09.03.2008 - 15h16 - Jerónimo Sousa, Parvónia
Já é tempo de colocar esses privilegiados a trabalhar. Os pais é que têm de fazer greve para que esses sorvedouros de dinheiro do Estado trabalhem e se comecem a importar com as crianças. Força srª ministra, coragem e coloque esses inertes na ordem.
 
09.03.2008 - 15h14 - Tristao da Silva, Costa da Caparica
Grande manif contra a ética do trabalho e da responsabilidade! Como querem que os portugueses produzam e apresentem níveis de produtividade mínimos se quem os "educa" faz a apologia da irresponsabilidade e do descanso! Como são profissionais qualificados, os professores trabalham 4 dias por semana (excepto os professores do 1º ciclo, a maioria dos professores tem um dia de folga) e como tal isto é demais para quem só quer paz e sopas! Trabalhem e depois protestem!
 
09.03.2008 - 12h57 - Manuel Abreu, Porto
Os professores transformaram-se nos metalúrgicos dos anos 70 e representam na estratégia do PCP exactamente o mesmo papel, a "vanguarda revolucionária ou muralha de aço do gonçalvismo". Como foi possível uma classe, apesar de tudo, com um grau de escolaridade quase sempre universitário ter-se deixado manipular deste modo! As imagens televisivas da marcha com os deputados do PCP a rirem alarvemente irão ser mostradas, para vossa vergonha, durante muitos anos.
 
09.03.2008 - 11h23 - Hari Prassad, Lisboa
Quem protesta pertence a uma de três categorias: não tem nada para fazer a um sábado à tarde (nem aulas para preparar), é militante do PCP ou prefere progredir automaticamente na carreira a ser avaliado (com as devidas consequências).
 
09.03.2008 - 10h53 - Anónimo, Guimaraes-Portugal
Será que o estado em que se encontra a educação é só o resultado das politicas dos governos? Os professores também não estão isentos de culpas. As avaliaçoes? Quem não deve não teme! Os professores tal como todos os funcionários publicos foram é mal habituados! Deviam ir trabalhar para o privado só 1 anito, e depois queria ver a cara deles?
 
09.03.2008 - 09h02 - Anónimo, Castedo
Em qualquer outro País do Mundo...os professores são avaliadados mas os Tugas...não. Passam umas horitas pela escola e passam a sofredores, por amor de Deus! Trabalhem 8 horas por dia, sejam avaliados e mais nada! Excepções...porquê? Também querem ser deputados em part-time?
 
08.03.2008 - 22h39 - Anónimo, Cruz Quebrada
SRA. Ministra, não ceda à chantagem! Mantenha-se firme que o povo está consigo.
 
08.03.2008 - 22h03 - Anónimo, Porto
E que tal começarem finalmente a trabalhar....a bem do ensino...Os professores estão-se nas tintas para os alunos. Se não houvesse regras que os penalizassem nem na escola punham os pés.. Não conheço classe profissional que recorra tanto ao atestado médico e não conheço noutras classes profissionais tanta gente reformada aos 50 anos por invalidez como esta classe. Aliás percebe se que a maioria não gosta do que faz e foram parar ao ensino porque não tinham outra escolha profissional.Com gente desta nada a fazer...
 
08.03.2008 - 19h56 - Maria Lisboa, Lisboa
Seguramente, na manifestação não estiveram só professores. Vi mulheres que gritavam quadras ordinárias alusivas à "saia da Carolina". Esta gente não pode pertencer à escola pública. 
 
08.03.2008 - 20h16 - Fernando Costa, Coimbra
Perante o que vi e ouvi hoje, perante a imagem que os professores da manif me deixaram, perante os argumento que ouvi, sugiu-me uma evidência: vou tirar as minhas filhas do ensino público. Não ouvi nenhum professor falar nos alunos: só no dinheiro, no emprego, na reforma, nunca na qualidade, nunca na promoção do saber.
 
08.03.2008 - 19h58 - Anónimo, Lisboa, Portugal
Nao deixes este bando de mandrioes por termo 'as reformas do sistema de educacao! Portugal esta na cauda da Europa por causa da incompetencia dos professores em Portugal. Sera que se pode abrir as portas a professores de outros paises da Uniao Europeia para virem ensinar para Portugal e substituir esta cambada de mandrioes incompetentes? 
publicado por pedro-na-escola às 07:24
link do post | comentar | favorito

~posts recentes

~ E a Terra é plana…

~ A propósito dos melhores…

~ A propósito de oportunida...

~ A propósito das paranóias...

~ Especialistas em educação

~ O que vai ficar por fazer

~ Nuno Crato e a definição ...

~ Mega-Agrupamentos 4 - a p...

~ Mega-Agrupamentos 3

~ Mega-Agrupamentos 2

~ Mega-Agrupamentos

~ O segredo do sucesso nas ...

~ A anedota da vaca

~ Por falar em reduzir as d...

~ Agressividade de autores ...

~ Brincando às competências...

~ Pois, realmente, não foi ...

~ Contas ao número de aluno...

~ Reforço da autoridade dos...

~ Incompetência ao rubro...

~links

~arquivos

~ Julho 2011

~ Junho 2011

~ Maio 2010

~ Abril 2010

~ Março 2010

~ Novembro 2009

~ Outubro 2009

~ Setembro 2009

~ Agosto 2009

~ Julho 2009

~ Junho 2009

~ Maio 2009

~ Abril 2009

~ Fevereiro 2009

~ Janeiro 2009

~ Dezembro 2008

~ Novembro 2008

~ Outubro 2008

~ Abril 2008

~ Março 2008

~ Fevereiro 2008

~ Janeiro 2008

~chafurdar no blog

 
RSS